Na Câmara, Fenafisco crítica reforma da Previdência e trabalhista

Na Câmara, Fenafisco crítica reforma da Previdência e trabalhista

Na Câmara, Fenafisco crítica reforma da Previdência e trabalhista

Celso Malhani, diretor de Aposentados e Pensionistas da Fenafisco, participou na manhã desta trerça (28), de reunião na Câmara dos Deputados, oportunidade em que sindicalistas, entidades representativas do serviço público e movimentos sociais discutiram estratégias para conter a PEC 287/16, além de ações diante da aprovação do Projeto de Lei 4302/98, que trata da regulamentação da terceirização e do trabalho temporário no Brasil.

Preocupado com os efeitos deletérios que os projetos do governo acarretarão ao país, Malhani defende a unidade e mobilização social para combater a insegura jurídica que sofrerá as relações de trabalho.

Segundo o dirigente da Fenafisco, a terceirização recém-aprovada pelo Congresso “desmantela um conjunto de direitos e garantias trabalhistas duramente conquistados, consolidados no ordenamento jurídico e mantenedores de um mínimo de dignidade e proteção do mundo do trabalho”. Para Celso, a medida coloca em risco a higidez na prestação do serviço público, uma vez que a realização de concursos fica prejudicada pela contratação de mão de obra terceirizada.