Fenafisco e sindicatos continuam mobilização junto aos deputados

/Dirigentes sindicais do Fisco estadual e distrital foram recebidos, nesta quarta (15), pelo deputado Tadeu Alencar (PSB-PE). A visita teve por objetivo tratar da PEC 287/2016 e buscar o apoio do mesmo para barrar a proposta de Reforma da Previdência.
Participaram da reunião os colegas Francelino Valença (Diretor da Fenafisco) e Rogério Macanhão (Suplente da Diretoria), além de Wilson Amizo (Sindifisco-MT), Jomar Gaspary (Sinafite-DF), Zilbo Fortes (Siprotaf-MT), Marco Aurélio Petrocini (Sindafep-PR), Sandra Praxedes (Sindifisco-PE) e Osmar Araújo (Sindafep-PR).
Segundo Tadeu Alencar, esse é um momento ímpar de mobilização nacional para barrar as propostas prejudiciais aos trabalhadores. “Esse governo só propõe pauta negativa e contra o povo”, denunciou ele. O parlamentar pernambucano ficou de conversar com os demais deputados do PSB para tentar reduzir os pontos negativos da proposta, de forma a passar uma reforma que atenda os anseios de toda a sociedade.
Para a Fenafisco, foi mais um momento importante da mobilização. “A reunião foi muito positiva porque verificamos sua preocupação com a PEC da Reforma da Previdência, que envolve toda a sociedade e ele disse que há uma preocupação da bancada de seu partido em diminuir os efeitos nocivos da proposta apresentada”, disse Francelino Valença.
OUTRA REUNIÃO
Outro encontro bastante proveitoso, aconteceu na parte da manhã com o deputado Danilo Cabral (PSB-PE). Assim como seu conterrâneo Tadeu Alencar, ele se comprometeu a trabalhar para impedir retrocessos trazidos pela PEC 287. “Ele recebeu da Fenafisco três emendas e se comprometeu a leva-las ao partido para serem apresentadas pela bancada, pois ganham mais força. Se o partido não encaminhar alguma delas, ele se comprometeu a apresentar como emenda dele mesmo”, relatou Sandra Praxedes, diretora do Sindifisco-PE.
A Fenafisco e seus sindicatos filiados seguem mobilizados, em busca de apoio parlamentar contra projetos que retiram direitos dos trabalhadores. Nos próximos dias, outros deputados serão procurados, incluindo os que compõem a Comissão Especial.